ATIVIDADE FISICA PARA IDOSOS

Quanto mais cedo nos envolvemos com a atividade física, independente da modalidade, maiores serão os benefícios futuros. O ser humano tem seu pico das funções fisiológicas entre os 20 e 30 anos de idade. A partir dessa idade, inicia-se um processo de declínio para as funções do corpo e suas habilidades (neuro-motoras e cognitivas). A partir dos 60 anos esse déficit é mais acentuado, principalmente nas mulheres.

A perda funcional dos músculos é a primeira a aparecer devido à sarcopenia que constitui a perda progressiva e de forma geral da força e de massa muscular. A sarcopenia provoca deficiências no aparelho locomotor pois a diminuição da força e do volume muscular deixa de oferecer sustentação para o ossos. O resultado é a ocorrência de fraturas, desgastes e outros problemas articulares.

A maior parte dos acidentes que envolvem os idosos são provocados por quedas. O medo de cair é provocado por vários fatores de risco: o medo de tropeçar pois a passada para caminhar passa a ser menor; o ritmo da caminhada é mais lento por decréscimo da força dos membros inferiores; a diminuição da flexibilidade para alcançar uma prateleira mais alta, acaba impondo a necessidade de se colocar um degrau para alcançar o objeto e o idoso pode cair; a dificuldade de descer e subir escadas, etc..

20131103-014711.jpg

A medida mais eficiente para combater as perdas decorrentes do envelhecimento, é a prática de exercícios resistidos para gerar força. Muitos médicos gostam de indicar a caminhada, porém não podemos generalizar os casos. Dependendo do grau de força de membros inferiores do idoso, uma caminhada pode representar um esforço muito além do que seu corpo pode suportar. Os exercícios com pesos são os mais indicados por serem prescritos de forma individual e de acordo com a necessidade de cada um. O importante é atenuar a perda de massa muscular e óssea com exercícios que gerem hipertrofia para levá-los a uma melhor qualidade de vida. Estudos mostram que indivíduos acima de 90 anos podem atingir ganhos de força em um período de 8 semanas, treinando 3 vezes por semana, resultando em melhoria das habilidades funcionais e melhor saúde.

20131103-014823.jpg
Não devemos nos esquecer de que o importante é dedicar-se a alguma atividade física que mais lhe agrade. Pode ser a dança, a musculação, hidroginástica, pilates, caminhada, exercícios ao ar livre, enfim o que interessa mesmo é manter corpo e mente sempre em atividade.

Vejam os benefícios que a prática da atividade física podem proporcionar no envelhecimento:
– realização das atividades diárias de forma mais eficiente e segura
– melhora da memoria e raciocínio
– diminuição das dores musculoesqueléticas
– controle da glicemia, colesterol e pressão aterial
– melhora do condicionamento físico
– diminuição dos problemas cardiovasculares
– aumento da força muscular e equilibrio
– maior segurança para caminhar em superfícies irregulares
– melhora da qualidade de vida

Lembre-se: envelhecer não significa que tudo acabou. Envelhecer significa fazer tudo o que era feito quando mais jovem só que de uma forma diferente!


Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s