CHOCOLATE FAZ BEM À SAÚDE??

Nesse época de Páscoa fica praticamente impossível de recusar essa delícia! E por gerar tantos conflitos de consciência por ser um vilão da dieta e por trazer sensações de prazer pra maioria das pessoas, resolvi pesquisar o que realmente essa iguaria pode proporcionar de bom ou ruim.

Diz a lenda que, Éolo, o deus grego dos ventos, roubou uma árvore dos céus e a ofereceu aos homens. Seu fruto, o cacau, que foi usado em vários rituais sagrados e muitos séculos depois se transformou em um produto considerado divino: o chocolate, por ser muito saboroso e fazer bem à saúde como poucos. Mas o chocolate não é só uma delícia e seu consumo de forma moderada oferece uma série de benefícios, principalmente os que contém mais cacau na fórmula.

20140419-215824.jpg

Diversas pesquisas já comprovaram que o chocolate pode fazer bem à saúde por conter certas substâncias (flavonoides, polifenóis, teobromina, feniletilamina e cafeína) que oferecem benefícios a alguns órgãos específicos como intestino, cérebro e coração. Os flavonoides e polifenóis combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento porque são antioxidantes. A teobromina, feniletilamina e cafeína estimulam o sistema nervoso central e promovem sensação de prazer e bem-estar. Segundo a Coordenação do Núcleo de Obesidade e Transtornos Alimentares do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, o limite de consumo recomendado diariamente é de 50 gramas, equivalente a dois bombons. Mais do que isso, o alimento pode causar acúmulo de gordura, alteração nos níveis de glicose, colesterol e triglicérides, além de alergia e diarreia.

Quanto mais cacau, maior sua concentração de antioxidantes e estimulantes. Por esse motivo é que médicos e nutricionistas recomendam o consumo da versão amarga (60 a 100% de cacau na composição). O meio-amargo (40 a 60% de cacau) também faz bem ao organismo, mas deve ser uma opção secundária, por conter um pouco mais açúcar do que o amargo. O chocolate ao leite (com mais leite e açúcar do que cacau) e o branco (composto por manteiga de cacau, açúcar, leite e gordura saturada) praticamente não oferecem benefícios à saúde. Se consumidos em quantidades excessivas, os dois tipos podem fazer mal ao consumidor, causando alergias, diarréias e sobrepeso.

O horário em que se come também pode fazer diferença em alguns casos. De preferência, o alimento deve ser consumido pela manhã e no final da tarde. É nesse momento que ocorrem os picos de secreção de cortisol (hormônio do estresse) e o chocolate amargo é uma ótima opção para se livrar dele. Quando consumido em jejum, o chocolate controla a fome e contribui para o emagrecimento. Quanto mais amargo o chocolate, maior a concentração de flavonoides. Então as versões ao leite ou branca estão fora de questão nesse momento! Sabe por que? Porque seria necessário pelo menos o triplo de tabletes ao leite para ter o mesmo benefício de uma barrinha amarga. O problema é que, assim, também viriam triplicadas as calorias, as gorduras, o açúcar e o consequente ganho de peso!

Confira 15 benefícios oferecidos por essa iguaria:

1. COMBATE O MAU HUMOR: pesquisadores da Universidade Middlesex, na Inglaterra afirmam que só o cheiro já basta, pois ao sentir o aroma de chocolate, os participantes da pesquisa relataram menor estresse e maior satisfação. Isso acontece porque algumas atividades cerebrais relacionadas ao estado de alerta foram reduzidas. A substância feniletilamina consegue acabar com o mau humor. O chocolate tem também alto teor de magnésio, mineral que age como regulador do humor, equilibrando os níveis dos neurotransmissores serotonina e dopamina, envolvidos no bem-estar.

2. EMAGRECIMENTO: segundo os cientistas dinamarqueses, da Universidade Real de Copenhague, comer um tablete amargo pela manhã, ainda em jejum, aumenta a saciedade e propicia a perda de peso, pois com o passar das horas, sente-se menos fome do que consumir um tablete ao leite. Há uma diferença de 15% de calorias a menos entre os dois tipos.

3. BELEZA: grande aliado da beleza, ele está presente em banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos. Além do alto poder hidratante, o produto combate os radicais livres, evitando a oxidação das células. O banho de chocolate proporciona à pele profunda hidratação e a massa gordurosa presente no cacau forma uma camada protetora, não deixando a umidade escapar, além de proporciona viço, maciez e luminosidade à pele. Em relação aos cabelos é indicado para f­ios quebradiços e desvitalizados pelo uso constante de químicas. Quem tem raiz oleosa deve fazer essa hidratação apenas ao longo dos f­ios, evitando o couro cabeludo. A Chocolaterapia Facial hidrata e ajuda a suavizar as marcas de expressão, indicada para peles secas, desidratadas e sem brilho.

20140419-220155.jpg
4. MELHORA O RACIOCÍNIO: a cafeína presente no chocolate pode estimular a memória, a atenção, a concentração e o desempenho mental em geral. Estudos realizados na Universidade de Northumbria, no Reino Unido, com um teste de equações, notaram maior agilidade e número de acertos entre as pessoas que consumiram 500mg de flavonoides encontrados no chocolate amargo e meio amargo (a versão ao leite também oferece flavonoides, mas em quantidade bem menor).

5. SAÚDE CERBRAL: os cientistas da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriram que um composto chamado epicatequina presente no chocolate amargo, que protege as células nervosas, pode reduzir os danos cerebrais após um acidente vascular cerebral. Os testes foram realizados em ratos e a equipe espera que os efeitos possam ser aplicados em seres humanos.

6. PREVINE O DERRAME: uma revisão de estudos feita na Universidade McMaster, no Canadá, é incisiva: comer chocolate pelo menos uma vez por semana reduz o risco de derrame e acelera a recuperação de pacientes que tiveram isquemia cerebral. O estudo confirma que esse resultado se deve aos flavonoides, que são antioxidantes e conseguem dilatar os vasos sangüíneos.

7. DORES: ingerir chocolate pode aliviar dores, de acordo com um estudo da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos. A distração de comer ou beber por prazer atuaria como um analgésico natural. Os testes foram realizados em ratos, mas os pesquisadores acreditam que o mesmo efeito ocorra em pessoas.

8. SAÚDE DO CORAÇÃO: mulheres que ingerem o do tipo amargo (uma vez por mês a duas vezes por semana) são menos suscetíveis a disfunções no coração quando comparadas com aquelas que não o consomem. Esse estudo foi concluído pela Universidade Harvard em parceria com uma instituição sueca, o Instituto de Medicina Ambiental e afirmam que as substâncias do chocolate, além de promoverem dilatação dos vasos sanguíneos, reduzem a inflamação causada pelos radicais livres, que podem originar os problemas cardíacos.
Pessoas que sobreviveram a ataques cardíacos e comem chocolate podem reduzir o risco de morrer por problemas do coração, segundo outra pesquisa realizada na Suécia. Testes mostraram que saborear o produto duas vezes por semana resultou em 66% menos chances de morrer de doença cardíaca e uma vez por semana reduziu o risco quase pela metade.

9. BAIXA NA RESISTÊNCIA À INSULINA: um trabalho italiano, da Universidade de L’Aquila, demonstrou que ingerir 100 gramas de chocolate amargo, todos os dias, pode reduzir a resistência à insulina e, consequentemente, menos açúcar ficará circulando no sangue. Sendo assim, o chocolate amargo poderia ser indicado aos diabéticos. Porém, seria imprescindível verificar a quantidade de açúcar no produto escolhido, já que esse ingrediente é um verdadeiro veneno para os portadores do distúrbio.

10. DESGASTE FÍSICO: dois levantamentos realizados por cientistas da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, concluíram que leite com chocolate é a melhor bebida para se recuperar da atividade física. Os benefícios estariam na quantidade ideal de carboidratos e proteínas da mistura para um pós-treino.

20140419-221527.jpg

11. BEM-ESTAR: essa sensação é proporcionada devido à ação da endorfina e da dopamina, relacionadas ao relaxamento. Alguns cientistas afirmam que a delícia é capaz de aumentar a produção dessas substâncias.

12. FLUXO ARTERIAL: o consumo do chocolate amargo melhora a pressão arterial e faz bem à saúde cardiovascular por diminuir a tendência de coagulação das plaquetas, de obstrução dos vasos sangüíneos e a diminuir os níveis de LDL (colesterol ruim). Pessoas que consomem cerca de 7 gramas de chocolate por dia, são menos propensos à hipertensão. A quantidade equivale a um quadradinho de chocolate amargo. Os flavonoides aumentam a elasticidade dos vasos sanguíneos, por incentivarem a produção do óxido nítrico (gás presente na circulação que relaxa as paredes dos vasos, facilitando o fluxo sangüíneo). Os cientistas da Universidade de Linkoping, na Suécia, descobriram que a versão amarga também por conter as substâncias antioxidantes catequinas e procianidinas ajudam a inibir a hipertensão arterial.

13. TENIA A CIRROSE HEPÁTICA: a inclusão do alimento com 85% de cacau no cardápio diário é capaz de reduzir a hipertensão portal, no abdome, diminuindo o risco de sangramento provocado pelo rompimento de vasos sanguíneos na região. O efeito ocorre rapidamente, apenas 30 minutos após a ingestão. Mais uma vez reforça-se o conceito de que esse benefício acontece devido aos flavonoides.

14. NA GRAVIDEZ: uma pesquisa da Universidade Yale, nos Estados Unidos, sugere que mulheres que saboreiam a delícia ao menos cinco vezes por semana estão 40% menos propensas a desenvolver pré-eclâmpsia (hipertensão) do que aquelas que a consomem menos de uma vez. O composto teobromina, encontrado principalmente nas variedades amargas e meio-amargas, pode ser o responsável pelo benefício.

20140419-215957.jpg

15. CÂNCER DE INTESTINO: os pesquisadores da Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos, divulgaram em 2008 que as procianidinas (moléculas presentes no cacau) ajudam a combater o câncer de intestino por possuirem propriedades antioxidantes que serviriam para proteger as células das degenerações do tumor.

Então, não utilize esse texto como desculpa para comer muitos chocolates, e sim para comer a quantidade certa no horário indicado.

E boa Páscoa

20140419-221031.jpg


Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s