FREQUENCIMETRO

Tenho uma aluna de Personal que, em todas as aulas, discute comigo sobre a utilização do frequencimetro. E para minha surpresa, a dúvida dela é a mesma que a de outros alunos. Foi aí que decidi escrever esse post.

Se procurarmos a definição de freqüência cardíaca encontraremos assim: “Freqüência cardíaca (FC) ou ritmo cardíaco é o número de batimentos cardíacos por unidade de tempo, geralmente expresso em batimentos por minuto (bpm)” (Wikipédia).

Temos algumas maneiras de mensurar a freqüência cardíaca:

1- Manual: é a mais simples, detectando locais onde a pulsação é mais forte (pescoço ou no punho). Pressione o local com os dedos indicador e médio e, conforme abaixo, conte o número de vezes que essa região irá pulsar e multiplique:

– Conta por 10 segundos e multiplica por 6
– Conta por 15 segundos e multiplica por 4
– Conta por 30 segundos e multiplica por 2

20140325-143351.jpg
2- Eletrocardiograma (ECG): é considerado o mais preciso. Consiste em um teste onde são colocados eletrodos no corpo para captar as atividades elétricas do coração. As informações são impressas e observa-se os padrões de contração do músculo cardíaco, detectando qualquer disfunção nesse órgão.

3- Monitores cardíacos ou frequencimetros: uma forma fácil de monitorar a freqüência cardíaca através de uma fita elástica colocada no tórax que consegue captar as atividades elétricas do coração, transmitindo as informações para um relógio.

20140325-143519.jpg
Para o post de hoje, esclareceremos as dúvidas sobre a função e utilização do monitor cardíaco.

A vantagem de se utilizar esse aparelho é que podemos monitorar a FC, realizando assim o exercício dentro de cada zona de treinamento específica para cada objetivo. Alguns mais completos apresentam funções como o gasto calórico e GPS, mostrando assim o percurso que a pessoa realiza.

Mas como saber qual é a FC ideal parar o seu objetivo? Uma pessoa que deseja perder peso tem que realizar suas atividades por um período de 40 a 60 minutos entre 65% e 70% de sua freqüência cardíaca máxima. A pessoa que se exercita entre 70% e 80% da sua FC máxima, já começa a sentir a dificuldade do exercício e alcança benefícios de adaptações fisiológicas do coração, dos músculos e do metabolismo, melhorando assim a capacidade de aeróbia. Agora quem treina entre 80% a 90% da FC máxima está em uma zona para melhorar a performance. Porém esse tipo de treino é muito forte e a pessoa precisa estar preparada fisicamente, pois as chances de lesões são maiores.

Para transformar esses percentuais em números reais de FC e com maior precisão é recomendado realizar um teste ergometrico ou um exame de ergoespirometria. A partir de um desses exames, é possível analisar o coração, a freqüência máxima de trabalho e calcular a zona de treinamento.

20140325-143645.jpg
Tendo essas informações vamos fazer o uso correto do Frequencimetro para assim atingir de maneira correta e mais rápida todos os objetivos determinados, fazendo assim com que as metas sejam possíveis de se alcançar e os exercícios fiquem mais agradáveis.

>


Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s