GLUTAMINA : PARA QUE SERVE?

Quando estou em um período forte de treino e com uma dieta rigorosa é normal o sistema imunológico baixar. Ai surgem algumas doenças que podem atrapalhar o desempenho. Para minimizar essa baixa do sistema imunológico faço uso de um suplemento até que eu possa colocar mais nutrientes na dieta. Esse suplemento alimentar de grande importância para otimizar os resultados do treino e para manter em dia as ações fisiológicas do corpo é a GLUTAMINA.

A Glutamina nada mais é que um dos aminoácidos produzidos pelo corpo (não-essenciais) capaz de oferecer um melhor funcionamento de diversos órgãos como pulmões, coração, rim, fígado e intestino, além de ser também uma fonte primária de energia para o sistema imunológico, ou seja, sua escassez pode aumentar a incidência de doenças. É naturalmente produzida em nossos músculos e pode ser também encontrada em muitos alimentos ricos em proteína como carnes, peixes e derivados do leite.

20131215-233610.jpg

Para atletas de atividade física de alta intensidade e praticantes de musculação, a Glutamina tem auxiliado muito na recuperação após os treinos, evitando o catabolismo e o overtraining. O esgotamento físico poder causar perda muscular e uma baixa na função imunológica. Pesquisas indicam que depois de exercícios intensos os níveis de Glutamina no corpo são reduzidos em até 50%. Como ela é sintetizada a partir do ácido glutâmico, valina e isoleucina, podemos concluir que os BCAA’s são as maiores fontes para sua síntese. Mesmo assim é necessário fazer sua suplementação, pois sua utilização pelos músculos é muito maior do que o corpo pode produzir. A Glutamina é envolvida em mais processos metabólicos do que qualquer outro aminoácido. Ela pode ser convertida em açúcar no sangue e usada como fonte de energia.

Praticantes de atividades físicas de intensidade leve a moderada e que vão à academia de duas a três vezes por semana, não precisam fazer uso desse suplemento, pois não consegue provocar um grande estresse físico. Deve apenas se preocupar em manter uma dieta balanceada que complementam o efeito do exercício regular para manutenção da saúde. Agora se você tem uma frequência diária de atividade física, combinando exercícios aeróbios e anaeróbios, ou atletas que participam de esportes que necessitam de força, velocidade e resistência, o corpo passa por um gasto calórico maior. A Glutamina é muito benéfica em qualquer momento em que o corpo é obrigado a lidar com aumento de estresse. Daí surge a necessidade do uso conjunto com outros suplementos como whey protein, malto e/ou dextrose, creatina, BCAA, etc, de acordo com o objetivo de cada um, conforme já explicado nos posts anteriores.

Em relação ao ganho de massa muscular, a Glutamina desempenha um papel muito importante na síntese de proteínas nos músculos. Ela é capaz de poupar o tecido muscular que é catabolizado quando outras células do corpo precisam desse aminoácido, permitindo que as células musculares usem a Glutamina para sintetizar tecido muscular novo. Esse processo contribui para o aumento de força e resistência e ainda diminui o tempo de recuperação. Alguns estudos apontam que a Glutamina em pequena dose oral (2 gramas da suplementação), já pode elevar o aumento do nível de hormônio do crescimento (GH).

A Glutamina pode ser encontrada isolada sob a forma de suplementos individuais onde a concentração é bem maior, ou em outros suplementos como Whey Protein e Hipercaloricos. A dose recomenda para atividade intensa é de 10gr diária, sendo dividida 5gr após o treino e 5gr antes de dormir. Pode-se tomar junto com água ou com outro suplemento protéico.

Não há qualquer indício de efeitos colaterais por uso prolongado em indivíduos saudáveis e não engorda. Em indivíduos diabéticos, a Glutamina é metabolizada de maneira anormal e precisa de controle médico.

Resumindo, os benefícios causados pela suplementação com Glutamina são:
– reduz o catabolismo e estimula o anabolismo, ou seja, reduz a perda muscular e estimula o ganho de músculos;
– facilita a entrada de aminoácidos na célula muscular, otimizando a recuperação da sessão de treinamento;
– aumenta os níveis de GH (hormônio do crescimento);
– fortalece o sistema imunológico;
– atua como antioxidante no pós-treino, combatendo radicais livres.

Como sugestão, logo após o treino, você poderá tomar Glutamina junto com carboidratos simples (ex: frutas e mel) para aumentar os níveis de insulina. Dessa forma, acelera a entrada da Glutamina nas células musculares, também contribuindo para uma recuperação mais rápida.

Lembre-se: cada tipo de objetivo requer um tipo de treinamento e suplementação. Não saia fazendo uso de tudo que houve na academia sem saber se é o ideal pra você. Consulte sempre um profissional qualificado. Na dúvida, mande-nos suas perguntas que estaremos à disposição para respondê-las, ok?

20131215-233208.jpg


Um comentário em “GLUTAMINA : PARA QUE SERVE?

    Energia Corporal Suplementos disse:
    29/01/2014 às 0:03

    Procurando esse e outros suplementos? Acesse http://www.bodynet.com.br/energiacorporal

    Curtir

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s