SUPLEMENTOS PRE-TREINO

Hoje eu estava com uma preguiça enorme de treinar. Muito sonolento e totalmente sem vontade. Foi quando apareceu um professor que estava preparando um pré-treino. Pedi uma dose pra ele, esperei um pouco e fui para o treino com força total que rendeu muito. E com isso veio a ideia de escrever um post falando dos pré-treinos, seus benefícios e para que são indicados.

A função principal do pré-treino é SOMENTE melhorar a performance durante o exercício e jamais para a construção muscular. O uso de um pré-treino deve ser feito por pessoas que estão em um nível avançado e ingerido de 30 a 40 minutos antes de iniciar a sessão de treinamento. Em geral, esses produtos combinam diversas substâncias como arginina, cafeína, beta-alanina, creatina, dimethylamylamina, sinefrina. Então, muito cuidado ao fazer uso de um pre-treino pois alguns destes componentes não são aprovados pela ANVISA e, consequentemente, com venda proibida no Brasil. Justamente porque componentes como a sinefrina e a cafeína podem desencadear sérios problemas como alteração da pressão arterial, ansiedade, taquicardia, nervosismo, tremores e suor excessivo.

20140126-224127.jpg

Alimentar-se bem é essencial para garantir um bom desempenho no treinamento, independente da modalidade ou do seu objetivo com a atividade física. Mesmo quando esse objetivo é emagrecer, onde a maioria das pessoas pensam ao contrário e ficam longos períodos sem comer. Uma boa refeição antes do treino garante um estoque suficiente de energia, evitando que ocorra um estado de fadiga ou hipoglicemia. O carboidrato é a fonte primária de energia para qualquer atividade, seja específica ou diária. Leia o post sobre “A importância do carboidrato”.

Os estoques de carboidratos no organismo são limitados e duram poucas horas. Consultar um Nutricionista é importante para ser instruído de como fazer esse estoque de maneira correta e a quantidade ideal para os outros nutrientes. A alimentação tanto pré quanto pós-treino deve priorizar o consumo de carboidratos e proteínas, que ajudam no aumento de massa muscular e também para preservá-la. Se você se enquadrar naquele perfil de treino avançado e for fazer uso de um desses suplementos, verifique não só as dosagens de cafeína, mas também de proteínas, aminoácidos, carboidratos, sódio e creatina. Lembrando que a creatina não é eficiente para exercícios de longa duração. Leia também o post sobre “os efeitos da creatina”.

No livro “A Dieta do Corredor”, 8 tipos de carboidratos são listados e detalhados para explicar melhor porque devem ser consumidos antes de correr, mas podem ser aplicados para a prática das atividades em geral e garantir a quantidade de glicose necessária:

1 – Arroz: apresenta características excelentes para compor uma refeição pré-treino, pois tem alta concentração de carboidratos, baixo teor de gordura e fibras. Pode ser combinado com vários alimentos e até misturar com vegetais. O ideal é consumi-lo com uma proteína magra (filé de frango ou peixe), duas horas antes do treino.

2- Aveia: fonte rica e concentrada de carboidratos. Excelente para quem tem dificuldades em se alimentar antes dos treinos, pois pequenas porções são capazes de fornecer um boa quantidade de carboidratos (duas colheres de sopa de aveia equivalem a um pão francês). É rica em vitaminas do complexo B, que participam do processo de produção de energia no corpo. Se tiver sensibilidade a fibras antes dos treinos, prefira os flocos ao farelo de aveia.

3 – Banana: é composta por 24% de carboidratos e 74% de água, ou seja, é uma fonte pura de energia. Por ser fácil de comer e nutritiva, pode ser acompanhada por cereais e vitaminas e ainda ser levada para onde você quiser. É também um reforço extra de potássio.

4 – Batata: apresenta baixíssima quantidade de gordura, é facilmente digerida e indicada para quem não consegue comer grandes volumes na refeição pré-treino. Fonte de carboidrato e potássio, pode ser preparada cozida, assada ou também em forma de purê. A batata doce é a mais indicada.

5 – Bolachas salgadas: ideais para quem não consegue fazer uma refeição adequada no pré-treino. São ricas em carboidratos, versáteis e independentes, não exigem programação especial no cardápio. Evite as bolachas doces e recheadas por conterem mais gordura que carboidrato.

6- Cereal de milho: pode ser uma alternativa quando a refeição pré-treino for o café da manhã. Evite as versões que já vem com açúcar. Aos intolerantes à lactose, cuidado ao combinar com leite ou iogurte. Uma opção é comê-los com banana para garantir uma boa dose de energia e potássio.

7- Macarrão: é um alimento fácil de ser preparado e encontrado em qualquer lugar do mundo, além de ser uma fonte rica em carboidratos com 78% em sua composição. Em alguns lugares, a preparação ao sugo pode vir com tanta gordura quanto o molho branco e isso não é bom para o desempenho. O ideal é misturá-lo a vegetais frescos, azeite e ter a garantia da procedência do molho, para evitar problemas.

8- Pão: sua digestão é rápida, é rico em carboidratos e é um alimento versátil e prático. Varie seu cardápio experimentando as diversas versões encontradas no mercado, como os integrais, com linhaça, 7 grãos e muitos outros. Evite a ingestão de pães com muitas fibras ou muito gordurosos. Fuja dos recheados ou croissants se quiser garantir uma boa alimentação antes de treinar!

É preciso ficar alerta em relação à musculação pois os carboidratos simples devem ser evitados, afinal são digeridos rapidamente, elevando a taxa de glicose. Assim pode ocasionar picos de energia seguido de hipoglicemia de rebote, levando à tonturas durante o treino. Os alimentos que contêm carboidratos simples são os refinados, como pão branco, bolachas recheadas, mel e açúcares. Então prefira os pães integrais, arroz integral, batata doce, salada de frutas, iogurte ou açaí acompanhados de grãos (linhaça dourada, granola, aveia ou quinoa real) que constituem os carboidratos complexos (demoram a ser digeridos e evitam a queda de níveis glicêmicos).

20140126-223706.jpg

Independente do tipo de atividade, escolha o pré-treino mais adequado a sua necessidade. Lembrando que a alimentação nunca pode ser descartada e é importante investir em frutas, torradas, cereais, iogurtes, frios magros, bebida à base de soja e compostos de proteína em pó.

O uso de suplementos pode ser importante para a melhora de seu desempenho, porém existe um tipo que seja mais adequado para cada um. Consulte sempre um profissional!


Um comentário em “SUPLEMENTOS PRE-TREINO

    Energia Corporal Suplementos disse:
    29/01/2014 às 0:00

    Procurando esse e outros suplementos? Acesse http://www.bodynet.com.br/energiacorporal

    Curtir

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s